Há mais de 35,000 espécies de aranhas no mundo. As aranhas existem nos mais variados tamanhos e cores, são bem conhecidas por suas 8 pernas.

São atraídas por pequenos espaços quentes e escuros, como fendas nas paredes, cantos e beirais das casas. Algumas espécies preferem ficar mais perto do exterior e tecem teias em varandas, jardins ou canteiros.

As mais comuns nos ambientes urbanos são:

Aranha doméstica comum (Pholcus phalangioides)

Apresentarem patas muito longas, corpo pequeno e circular. Produzem grandes teias irregulares nos cantos de paredes, teto ou atrás de móveis.

Não possuem glândulas de veneno, sendo inofensivas para o ser humano.

Aranha de parede (Selenops spixi )

Vivem atrás de armários, quadros de parede, bibliotecas. Alimentam-se de outros insetos domésticos como aranhas menores, traças, mocas, etc..

Não possuem glândulas de veneno, sendo inofensivas ao ser humano.

Aranha de jardim (Lycosa sp.)

As aranhas de jardim são pouco agressivas e têm hábitos diurnos. O animal adulto mede entre 2 a 3 cm de corpo e 5 a 6 cm de envergadura de pernas. Esta espécie não faz teia.

Facilmente encontradas perto do peitoril das janelas pelo lado externo, tentando entrar na residência para se proteger do frio. A picada é dolorida, mas, normalmente, não evolui para casos mais graves.

Medidas preventivas

Há várias formas de prevenir acidentes com aranhas em sua casa:

  • Aspirar o chão regularmente.
  • Remover as teias que encontrar.
  • Preencher as frestas e pequenos vãos das paredes e os espaços debaixo das portas para impedir a entrada.
  • Afastar os potenciais refúgios de sua casa, como pilhas de lenha e de outros materiais.
  • Utilizar iluminação que seja menos atrativa para os insetos que as aranhas comem.